AMOR E VERDADE ESSENCIAS DA VIDA

MUNDO MULHER!

Este é o espaço Mulher! Aqui esperamos trazer a voces, o melhor da Palavra de Deus! Criamos também um espaço para que voce mulher, expresse sua opinião, seus sonhos,seus comentários com liberdade e sem restrições. Queremos que voce encontre aqui, uma Palavra Amiga, um momento de Paz, aliás queremos ofercer para voce um espaço ao qual podemos chamar de JARDIM, e onde voce possa tanto colher, como plantar muitas flores...

Seja bem vida. Vamos começar com uma reflexão. a respeito de Proverbios 31. Espero que voce goste...Leia, refletita, curta, e comente, ajude o Mundo a te compreender....

Abraços.

 

NOVAH!

A MULHER - IGREJA NO PLANO DE DEUS.

 

 

INTRODUÇÃO

 

Quando decidi escrever a respeito desse assunto a grande preocupação foi, como escrever a respeito da Mulher sendo homem? Poderia parecer algo um tanto arbitrário, ou unilateral. Não seria melhor deixar esse assunto para as mulheres mesmo? Talvez desse maior autoridade ao texto?

Na verdade comecei a perceber que estava procurando desculpas para não escrever. Desculpas para fugir do assunto, pois temia a crítica a esse respeito. Ora estamos no Senhor, e no Senhor, não há macho nem fêmea, pois somos um e estamos plenos nEle Gl. 3; 27-28 . Embora existam palavras específicas para homens,e para mulheres na Bíblia, existem também as que se aplicam a ambos. E se a Bíblia pergunta: -“Mulher forte, quem a encontrará?”, pergunta também; “Homem fiel, quem o encontrará?” Pr. 31; 10 e 20; 6. Por forte, virtuosa, fiel, fidedigno, podemos compreender um conjunto de virtudes que se igualam e como tais, não podem ser distintas ao homem ou a mulher. E como filhos de Deus, homens e mulheres estão sujeitos aos mesmos eternos e santos princípios que nos integram ao serviço do Pai, quer seja na família, quer na sociedade, quer como profissionais liberais ou devotados a vida piedosa, todos somos chamados a expressar a Glória do Senhor, em Santidade e Verdadeira Justiça.

 

Numa época em que mais e mais mulheres se integram a luta pela emancipação feminina, pelos direitos e liberdades comuns, norteando suas reivindicações em modelos e padrões meramente humanos, atrever – me a apontar um padrão a ser alcançado requereu determinação e coragem, tanto quanto temor a Deus, pois a responsabilidade é com almas que são preciosas ao Pai, e que lhe custaram a vida de seu Filho Unigênito, Jesus Cristo. É com muito temor mesmo que dei início a este trabalho e espero que seja de grande valor. Não espero que seja uma pequena contribuição, antes espero e acredito que este estudo fará a diferença em sua vida, por isso ouso desafiá-los a ler, refletir, meditar e se necessário estou aberto as suas observações e criticas pelas quais agradeço.

José Carlos Flor

 

 

       Capítulo  

         I       

  UMA EXCEPCIONAL CRIAÇÃO.

 

 

                                              “Eiah! Afinal! Os ossos dos meus ossos, a carne da minha carne”.

                                                 Gn. 2; 23 –Adão

 

 

 

Que momento maravilhoso deve ter sido esse, na vida do primeiro homem! O ser que estava dentro dele, em seus sonhos, motivo de sua busca e esperança, agora está diante dele. Quem já experimentou a força do amor a primeira vista tem uma idéia da felicidade que fez o coração de Adão explodir nesse brado de alegria; - “Eiah!” traduzindo a emoção do; “ Afinal”, “ Finalmente” ou “ Até que enfim”.

Certa vez visitando o estúdio de pintura de um colega de magistério, e fiquei admirado quando vi diversos ensaios de um mesmo quadro, pelo menos quinze cópias, rascunhos e rabiscos de uma mesma mulher se espalhavam pela sala em cavaletes e bancadas. Perguntei-lhe se eram todas as telas encomendas de uma mesma pessoa, ele respondeu que apenas uma delas seria entregue, mas os diversos ensaios eram uma busca de perfeição. Nunca vi o quadro pronto, mas aprendi muitas lições ali na “casa do pintor”. Uma das reflexões que me ocorreram, diz respeito à criação da mulher.

Considerando a matéria prima do homem, o “pó da terra”, Gn. 2;7 em quem Deus soprou o seu hálito de vida, e o tornou alma vivente, um ser com entendimento, e com sentimentos,  se isso podia ser o máximo da criação, pois Deus, a esse ser entrega o domínio sobre todas as coisas criadas; Sl.8;4 – 9, passo a imaginar sem divagações especulativas, a excelência da Mulher, criada a partir desse primeiro homem, já destinado a glória e a honra pelo Criador, como expressão de sua imagem e semelhança.(Gn.1; 26-28)

É da matéria manufaturada pelas mãos Santas de Deus, e a quem o Criador já santificara pelo contato intimo de seus dedos, em quem o Deus supremo, Único e Senhor absoluto sobre todas as coisas imprimiu suas digitais, que esse mesmo Criador modela a mulher. Não é mais do barro, é da Vida, é do ser que expressa sua Glória e Beleza!  

 

Só do que já expressa sua imagem e semelhança pode extrair o que há de mais belo e significativo no limiar da Criação.

 

Como era LINDA!!!!!

 

Imagine Salomão dizendo:

-“Como és bela minha amada, como és bela!... São pombas os teus olhos escondidos sob o véu. Teu cabelo... um rebanho de cabras ondulando pelas faldas de Galaad. Teus dentes... um rebanho tosquiado, subindo após o banho, cada ovelha com seus gêmeos, nenhuma delas sem cria. Teus lábios são fita vermelha, tua fala melodiosa; metades de romãs são teus seios, mergulhados sob o véu... Tu és bela minha amada, e não tens um só defeito!.” Ct. 4;1 -3,7

 

Foi entregue aos cuidados do homem:

- “Por causa dela, deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e se unirá a sua mulher e serão ambos uma só carne” Gn. 2; 24.

 

Se tudo quanto criava era bom, não era bom o homem estar só. Gn. 2;18. Mas toda a natureza criada só depois da criação da mulher recebe de Deus, um elogio “muito bom”, Gn. 1; 31.

As mãos de Deus teceram das entranhas do homem, o único ser capaz de reproduzir em si, à imagem e semelhança do ser que Deus criara do pó da terra. Aquilo que Deus fez com suas mãos no ventre da terra, agora faria com suas mãos no ventre da mulher; Sl. 139; 14 -15.

E  me pergunto:

 -“o ventre da mãe é a terra, ou são as mãos de Deus ?”

 “Mulher! Tu és bela...e não tens nenhum defeito!”

 Tão perfeita, e tão volúvel! Da fortaleza da perfeição a fragilidade dos desejos! Como pode ser tão bela e forte e tão sujeita a sedução?

De quem o descuido? De quem a fraqueza?Contempla ela a criação e pousa os seus olhos na “arvore da independência”, sim a “arvore do conhecimento do bem e do mal”, na “arvore da liberdade de ação”; “ na arvore da liberdade de governo”, “ na arvore dos mesmos direitos”, “arvore da autocracia”, na “arvore da liberdade de juízo”.

 

“NO dia em que dela comerdes se abrirão os vossos olhos e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal”- Gn. 3; 5 sussurrou a serpente aos seus ouvidos, aguçou lhe os desejos, despertou as concupiscências, da carne , dos olhos e da soberba da vida. I J0. 2; 15 – 16 e Gn. 3; 6.

Quando os desejos despertam, a razão concebe, o pecado é gerado e a morte vem à luz, Tg.1;13- 15.

Desnudados da Glória de Deus, homem e mulher estão mergulhados no mesmo destino, sob o mesmo jugo de rebeldia e maldição. Rm.5;12 e Rm.3;23.

A mente ofuscada não viu, que na excelência de sua criação, era tão semelhante a Deus, que só ela podia gerar um ser semelhante a si .

Quantas mulheres hoje vivem esse mesmo engano, lutando por direitos que já lhe pertencem desde as sentenças da criação!

A fragilidade das emoções, dos sentimentos, dos desejos, das aspirações, dos anseios da vida; dos sonhos, dos projetos, das ansiedades humanas parecem ter se concentrado nesse ser em que todas as esperanças de Deus estavam postas.

Gn.3 e 4.

“Adão onde estás?”. Onde estava você Adão, que não ouviu esse diálogo maldito entre aquela que confiei aos seus cuidados, e a serpente infame?

A onisciência de Deus, não pode contemplar o mal! Sl. 5; 4-5 Não saber onde Adão está, é muito mais que desconhecer seu paradeiro,é antes de mais nada estar indignado com seu ato de negligência e desobediência.

 -“Deus estava frustrado com Adão!”

“Quem te disse que estavas nu? Você comeu da arvore que eu disse que não deveria comer?”

Fugir, da presença de Deus, foi o segundo ato de insanidade do homem; fugir das responsabilidades foi o primeiro : -“ A mulher que o Senhor me deu, ela me deu a comer do fruto da arvore” . Se alguém tem culpa aqui, o primeiro culpado é o Senhor mesmo que me deu essa “auxiliadora”, que se tornou minha “adversária”, e o segundo culpado é ela, que se deixou enganar pela serpente.

Deus poderia dizer: = “É verdade Adão, Eva foi enganada, mas você sabia o que estava fazendo!”

Pobre Adão! Sua irresponsabilidade trouxe conseqüências drásticas a sua própria descendência e a todo o planeta. Infeliz mulher! Infeliz Eva! Infeliz auxiliadora!Sua fragilidade gerou suas dores.E vejam se não sofrem mais as mulheres por causa de seus sentimentos e emoções?

 

Onde você está Adão?

Fico imaginando, Deus fazendo esta mesma pergunta hoje, àqueles que têm a responsabilidade de “edificação do Santos, para o aperfeiçoamento do Corpo de Cristo, que é a Igreja” – Ef. 4;11 -12. Esses que devem zelar pela integridade e santidade da Igreja, cuidando dela como “noiva desposada de um só esposo a quem deve ser apresentada em santidade, pura como uma virgem” II Cor.11;2 Tivesse Adão ouvido o apelo da mulher, “Guarda -me como um selo em teu coração, como um selo em teu braço....” Ct. 8;6 a .  O selo é o sinal da autoridade de uma pessoa, um substituto perfeito da presença, ou levado junto ao peito pendurado no pescoço, ou levado no dedo como um anel.Servia para confirmar o penhor, ou como sinal de uma autoridade outorgada.Devia ser guardado com o risco da própria vida.

Que ouçam o mesmo apelo, os maridos Ef. 5; 25 – 28 e que o ouçam os ministros do Senhor Ef. 4;11 -12 e 5; 23 -24, 29 -31 que receberam a Igreja sob tutela, I Pd.5;1 -4.

Assim como a mulher nasce das entranhas de um homem dormindo, nasce a Igreja do interior do Cristo crucificado, ascendido aos céus e glorificado junto ao Trono de Glória ao lado do Pai, Ef.1;15-23.

O zelo do Cristo pela Igreja, o do marido pela esposa, e dos Ministros pelo corpo de Cristo se fecha e se resume em uma única Palavra; AMOR.

A EXCELENCIA DA CRIAÇÃO da mulher e o nascimento da Igreja se igualam em um único propósito, gerar filhos para Deus, e filhos semelhantes a Jesus. Rm.8;29.

Se a imagem e semelhança na primeira criação se viram perdidas ou destituídas da Glória de Deus em conseqüência do pecado, em Cristo, somos chamados ao revestimento, pois ele é a expressa imagem da Glória de Deus Cl. 1;15 e Hb.1;3. É nele, que somos revestidos para conhecimento de Deus, Cl.3;10, e somos restituídos no direito de filhos, J0.1;12 e Cl.1; 27. Lembrando que Cristo, o ultimo Adão é espírito vivificante, 1ª. Cor. 15; 45 – 49 e é dele que devemos trazer a imagem, sejamos homens ou mulheres.

Mas se reclamam os homens uma supremacia, e fortaleza, que se espelhem então no padrão da qual se diz “mulher forte” ou “mulher virtuosa”, e se diz; - “tu és bela... e não tens nenhum defeito”!

Mulher capaz de arrancar um brado que ecoa ainda por milhares de anos:

 -“EIAH!”

Mas fica a pergunta também às mulheres:-

 

II CAPITULO

 

 

                                         

 

 

  

                                                                “Mulher virtuosa, quem poderá encontrá-la” Pr.31;10

 

 

Certa vez li, um pequeno anuncio em uma revista feminina;

  = “Procura-se uma mulher, de meia idade, que possua todas as virtudes de uma perfeita dona de casa, para compromisso sério...”

 Fiquei imaginando se alguma mulher responderia aquele anuncio, se alguém telefonaria para aquele individuo. Se alguma mulher ousaria perguntar a ele se possuía também todas as virtudes de um homem perfeito ?! Pensei também em que padrão ele se baseava para especificar ; “todas as virtudes de uma perfeita dona de casa”? – Seria no modelo de sua mãe? Seria na frustração de um relacionamento anterior, com uma mulher que não correspondeu as suas expectativas?

Pensei também nas mulheres que leriam aquele apelo; que padrão usariam para se analisar e dizer a si mesmas:

-“tenho todas as virtudes de uma perfeita dona de casa”.

Mas ainda pensei qual a razão para se auto-classificar como “perfeita dona de casa” para poder responder àquele apelo?

Será esse o critério para se classificar também “virtuosa” ou “forte”?

Ser uma  perfeita dona de casa?  

E o que é o padrão de fortaleza, de perfeita, de virtuosa? A firmeza masculina? Ou a fortaleza está na delicadeza e suavidade da mulher? Que significa na mente de muitas pessoas; “todas as virtudes de uma pessoa perfeita” ?

 Se o anuncio dissesse:

 - “Procura-se uma mulher forte?”

Seria possível entender o paradoxo: “como pode ser forte o vaso mais frágil?” I Pd. 3; 7.  Diz uma outra tradução; “ de constituição mais delicada”.

 A sua fortaleza esta por certo na raridade de suas virtudes.

Certa ocasião, durante uma viagem por uma região de minérios, fomos abordados por vendedores de pedras, semi-preciosas, dos mais variados coloridos. Perguntei a um vendedor, por que ele dizia que aquelas pedras eram semi-preciosas, e ele me respondeu:

 -“Essas são mais comuns, e mais fáceis de serem encontradas. As preciosas, são difíceis, são raras. E quanto mais raras, mais caras”.

 

Claro que a avaliação segue também outros critérios, mas a explicação me fez entender algumas coisas. Uma delas é que “a fortaleza na mulher é uma virtude rara”. Tão rara que o seu valor excede o valor dos mais vermelhos rubis.

Se a pergunta for feita ao mundo, deveríamos justificar a raridade, mas sendo feita em nosso meio cristão justo seria que se lhe mudasse a forma:

 - “Mulheres levianas, volúveis, fracas, inconstantes quem poderá encontrá-las?”!

 Infelizmente a pergunta é feita mesmo entre nós, onde o Pai procura verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade, J0; 4; 23 -24. Fortaleza é uma virtude que tanto em homens como em mulheres, nasce da comunhão intima de confiança no Senhor.

 Quem pode ser forte diante dos desafios da vida, das contrariedades, das angustias, das aflições, das interferências que fogem ao domínio humano, das ameaças e riscos cotidianos, das afrontas, das calunias, perseguições, tormentos, da expectativa inevitável da morte; das perdas que não podem ser reparadas; das injustiças sofridas, dos aborrecimentos que parecem nunca ter fim? Quem pode ser forte, estando cercada por todos os lados por misérias, desgraças , malignidade humana no campo onde semeia seus filhos e espera vê-los crescer sem serem atingidos por todo o mal?

 Ninguém o pode a não ser que esteja buscando seu fortalecimento no Senhor! Na sua Palavra! Por isso nosso empenho aqui é preparar a terra da lavoura, Jr.4; 3. Dizer as mulheres, sobretudo as cristãs que abram seus corações à vontade do Senhor para suas vidas e missão nesta terra.

Deixem que o Espírito Santo lavre as terras de seus corações, através da leitura da Palavra, do conselho dos Profetas, dos Apóstolos, através da oração, da busca dos exemplos das Santas mulheres que dedicaram suas vidas ao serviço dos santos, da intercessão, do socorro aos necessitados, e pobres deste mundo.

 Deixem que o Espírito Santo, arranque os espinheiros, das seduções do mundo, as pedras da indiferença de seus corações, e sejam campos férteis onde a Palavra possa ser semeada, com a certeza da promissora colheita.

 Tenho convicção, que aquelas que têm ouvido a pregação do Evangelho, e encarado a seriedade de suas vocações em Cristo, já possuem um coração aberto a semeadura mais profunda e abundante da Palavra. Sabem tais mulheres que a Palavra é a única semente capaz de gerar Cristo em suas vidas; I Pd. 1; 23 - 25.

Não poderão ser geradas ou regeneradas pelos padrões semeados nas canções populares, nas novelas, na literatura liberal e perniciosa que invadiu nossas casas, nem pelos modelos libertinos que se espalham pelo mundo, tão pouco pelo modelo da filosofia humanista difundida nestes últimos séculos, que mais parece o sussurro da serpente baixando o padrão  do objeto da tentação. No Éden dizia aquele rastejante ser; -“sereis iguais a Deus”, neste mundo já corrompido por sua peçonhenta baba, diz as incautas mulheres: “sereis iguais aos homens”. Assim como diz a Igreja: -“seja igual ao mundo!”.

 Não sei quem é mais tola, Eva ou as atuais mulheres?!

Ouçam a Palavra! Norteiem suas vidas por ela. Sinto um despertar das mulheres cristãs, nestes últimos tempos, percebo que elas estão entendendo o Chamado, a Ordenação a Responsabilidade de pisarem a cabeça da serpente com a força de um testemunho fiel a Deus Gn.3.15.

No testemunho de mulheres fortes veremos o triunfo da Igreja sobre as hostes infernais de satanás. Sob os pés da mulher forte, veremos esmagada a cabeça da serpente.

Mas quem achara uma mulher forte?

Se a Raridade esta para a Fortaleza o Valor esta para a preciosidade do conjunto de virtudes que a compõem .

Os rubis, variam de matizes e os de maior valor são os de um vermelho mais escuro, os mais raros, mais preciosos. A estas pedras vermelhas, se comparam as mulheres, cujas vidas estão alimentadas pelo sangue de Jesus Cristo, cujas vidas refletem a vida do Senhor.A virtude da pedra é ser vermelha escura e ao mesmo tempo ser translúcida, refletindo a luz que a invade. Muito “significativa a comparação, a tal ponto que se pode dizer as “mulheres fortes”, “vós sois a luz do mundo” Mt. 5;14 . E que se considere o verso todo, e a raridade não fique oculta.

Direi mais ousadamente, que se o sábio não as encontrou entre suas mil concubinas, é porque elas só podem ser encontradas em Cristo. Adão não encontrou Eva, nem esta lhe foi dada do meio dos animais. O sábio não poderia encontrá-las entre as amonitas, moabitas, egípcias, sidônias, hetéias, edomitas.

Perguntou-me um jovem questionador:

 - “onde está a Igreja...?”.

Eu lhe respondi que se ele não a procurasse em Cristo, poderia procurar em todas as portas que encontrasse aberta, sob qualquer bandeira nominacional e não a encontraria.

Não se acha uma mulher forte, nas escolas femininas, nos educandários, nem entre as dez mais do ano passado nem do ano que está por vir. Não se acha mulher forte nem mesmo em noticiários da mídia. Observem a história, de Madre Tereza de Calcutá e de uma princesa inglesa. Na morte de ambas, a princesa vendeu muito mais noticia que a da Madre. Uma marcou sua vida por escândalos e sua morte trouxe consternação ao mundo. Outra marcou sua vida pelo serviço aos necessitados na Índia e sua morte passou ...passou. Não estou aqui estabelecendo juízo nem acusações sobre quem quer que seja, estou apenas mostrando o que se valoriza. A princesa representou para muitos, a liberdade de uma vida inconseqüente e irreverente, seu humanismo, seu altruísmo serviam de capa para sua irreverência e rebeldia a Deus. Quanto a madre, sua vida, sua piedade, seu serviço abnegado aos necessitados expressavam seu amor e seu temor ao Senhor. O mundo valorizou muito mais a princesa . E por que razão?

Porque a FORTALEZA, segundo o padrão deste século, esta nas antivirtudes semeadas pelas “sementes do fruto da arvore do conhecimento do bem e do mal”, que se disseminaram por toda a terra, em filosofias e religiões, culturas e padrões de comportamento onde a auto - realização, e a autocracia (governo de sua própria vida) imperam e determinam a conduta do homem e da mulher, na Liberdade e na Independência da alma corrompida.Não quero ser injusto, mas o mundo cristão está coalhado de exemplos de mulheres fortes tanto na atualidade, como na história do cristianismo, mas agora o que nos desafia é como estamos escrevendo a história contemporânea?

Como você minha irmã responderia a essa pergunta:

 

 -“Mulher forte quem a achará?”, com um solene :

 - “Não sei!” , ou com um decidido :

 - “Eis me aqui!”

Jóias raras de Deus.

Não acredito que o mundo com toda sua miséria possa produzir a mulher que Deus busca!

Não acredito que o sistema possa adornar a Noiva para o Cordeiro com todos os seus recursos e seus artifícios.

 UMA MULHER FORTE PARA O FILHO DO MEU SENHOR. =GN.24. =

 

Oro a Deus que todas minhas leitoras e ouvintes possam ser encontradas no Rol das Fortes.

 

 

Não pude ver melhor história de um homem buscando uma mulher ideal, não para si, mas para o filho do seu Senhor, que pudesse representar o momento da Igreja, que a História do Casamento de Isaac.

Eliezer, servo de Abrão, é incumbido de buscar nas terras da parentela de seu Senhor, uma esposa para seu filho Isaac. (Permitam –me essa Exegese , e se lhes parece alguma loucura, não é das mais perigosas entre tantas besteiras que já ouvi a respeito do assunto.) Tendo Abrão como figura do próprio Deus, e Isaac, como figura do seu filho Jesus Cristo, teremos na sua esposa a figura incontestável da Igreja, e em Eliezer com muita segurança a figura de dois ministério dados a Igreja como “dons de Cristo”, ou sejam os Apostolo e Profetas, responsáveis pela edificação, pureza e santidade doutrinária. Ef.4;11-16. São eles os responsáveis pela apresentação da Igreja como “virgem pura, a um único esposo, Cristo” II Cor. 11;2.

Eliezer diante da responsabilidade do serviço que lhe fora ordenado, faz a Deus um pedido de sinal, para reconhecer aquela que deveria conduzir como esposa do filho do seu Senhor. “Aquela que vier tirar água do poço, e a quem eu disser: - Inclina teu cântaro para que eu beba!” e ela me disser:

- “Bebe e também eu darei de beber aos seus camelos!”, está será aquela que designastes como esposa de teu servo Isaac.

O sinal da esposa designada era o serviço. Não é fácil encher cochos de água para dar de beber a camelos! Rebeca encheu os cochos usando cântaros que se podiam ser levados ao ombro e deu a beber aos camelos até que todos estivessem saciados.

Interessante que o anel ou pendente e os braceletes de ouro que trazia o servo passaram de si para aquela Mulher, isso me recorda Jesus dizendo : -“ aquele que der a beber, ainda que um copo com água, a um desses pequeninos , por meu discípulo, em verdade eu vos digo, que não perderá sua recompensa” Mt.10;42. Que mulher tremenda. Dessedentou o servo, e ainda seus camelos. Bem mereceu a recompensa. (Que a Igreja aprenda a lição dessa serva)

Uma tradução, diz bem claro; “tomou o anel um anel de ouro pesando meio siclo... que pôs em suas narinas...” Gn. 24; 22.  Sinal se sujeição. Subjugou-a, declarou-a Serva... Essa é a esposa, ideal para o “filho do meu Senhor”.

Subjugada ao Espírito! Uma Igreja com uma argola de ouro no nariz!!!!

 Qual o nível de Igreja que deverá ser apresentada a Jesus?

 MULHER FORTE... seu valor excede ao de rubis”.

 “Quem é esta que se levanta como a alva do dia , formosa como a lua, brilhante como o sol, formidável como um exército com bandeiras” Ct.6;10 .

 “terrível como um esquadrão com bandeiras desfraldadas?”

 Que visão, magnífica ele teve da amada! Que figura tremenda ela despertou em sua mente! Que mulher é essa que ele viu e amou?!

A figura de uma mulher forte, o seu semblante, irradia por toda a parte sua luz e seu calor, ao mesmo tempo em que estabelece um clima de segurança contra qualquer coisa que perturbe a ordem à sua volta. Sua presença estabelece a ordem. E em tudo há graça e delicadeza, suavidade. Tive já oportunidade de ver muitos dias nascerem. Eu os vi em alto mar, os vi em montanhas, os vi no vale, os vi em planaltos, os vi em cidades, os vi no campo... a mais tênue luz no horizonte ascendendo esperanças, surge num silêncio comovente... Quando passamos noites em vigília, a luz da aurora, nos trás certo alívio, certa segurança. Nas vigílias da noite a minha alma anseia pela luz da manhã!

Diria o salmista.

Que figura tremenda é essa mulher em sua casa!

Sua graça alegra seu marido, aquieta seus filhos. O dia nasce no mais perfeito silêncio. Observe o surgir da alva. A mulher que desde cedo conserva em silêncio, sua alma é plena da presença do Senhor. A quietude é um dom, a graça é um dom!Que grande valor ela tem! É algo incalculável em uma sociedade, em uma época em que lançar-se, chamar a atenção tem sido o objetivo de muitos. E o que não fazem muitas mulheres para que os olhares se voltem para elas? Interessante que os mais ousados respeitam o recato, a castidade e aquela que se mostra pudica! Poucas são hoje as que coram diante de um comentário, ou diante de uma cena maliciosa. Essas são de valor inestimável. Seus lábios não proferem até por vergonha, qualquer coisa que o mundo as escondidas pratique. Ef. 5;12.

 

 

 A CONSCIENCIA DO VALOR

 

Que valor tem quem se vende? É de valor nenhum a que se deixa corromper pelas atrações desse mundo! Certa vez ouvi alguém dizer:

 - “Servirei a Deus, porque Deus é Tudo! Não posso me deixar dominar por aquele que é Nada” .

 

“O mundo passa e com ele passam as coisas que lhe pertencem, que seduzem nossos olhos, seduzem nossos sentidos, seduzem nossas almas”. A mulher que tem consciência do seu valor não se deixa encantar, nem cede aos apelos do mundo. Fama, glória, riqueza, paixões, aventuras, a que se deixa vender vale menos que o nada que estas coisas valem.

Mas a fortaleza da mulher que sabe o valor que tem, e expressa sua nobreza lhe trarão respeito e dignidade, em seus dias, e por muitas gerações.

Certa vez fui obrigado a dizer a uma jovem; -“toda sua ousadia não a faz mais respeitada que uma cadela no cio, cercada por cães dominados pelo instinto correndo nas ruas! Um cão que tem pedigree aprende com rapidez a guardar a casa de seu dono, os vira – latas andam soltos pelas ruas!”.

Não quero ser rude em meus exemplos e nas figuras que uso, mas essa fala salvou sua vida.

A mulher que sabe o seu valor, tem consciência de como preservar-se de toda a corrupção deste mundo, e tudo faz para permanecer incorruptível. Diria o apóstolo Paulo às inconstantes:

“Esmurrem-se a si mesmas, reduzam vossos desejos à servidão” I Cor. 9;27.

Qual o seu valor?

Se o rubi atrai e vale mais pelo seu tom de vermelho, não é pelo rubi mais raro que foram adquiridas as mulheres fortes, mas pelo que excede também o valor do mais raro rubi, o “sangue de Jesus” , I Pd. 1; 18-19. Esse é o valor da mulher, esse é o valor da Igreja.

Que cada uma saiba se colocar entre as que podem ser classificadas “fortes” ou “virtuosas”, por que ser imprudente, ser leviana, ser fútil e mesmo má, em qualquer mulher será extremada a leviandade, a futilidade. E a maldade, a mais perversa das maldades!

 

O semblante de uma mulher má é duro e de tal influência que o rosto de seu marido também se transtorna. Ele se sente envergonhado no meio da sociedade! A sabedoria judaica, sempre diz que é preferível enfrentar a presença de um leão que conviver com a perversidade de uma mulher.

Não digo isso para constranger as que estão em Cristo, mas para alertar as que resistem ao tratamento de Deus. Pedras preciosas são lapidadas.

 

 

“MULHER VIRTUOSA, QUEM PODERÁ ENCONTRÁ-LA?”

Tópico: MUNDO MULHER!

Nenhum comentário foi encontrado.
 

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode