AMOR E VERDADE ESSENCIAS DA VIDA

NA CASA DO OLEIRO

23/07/2010 14:09

NA CASA DO OLEIRO

Por mais que me esforçasse, a velha bicicleta não fazia mais que ranger e se torcer toda cada vez que alguem tentava sair com ela pra algum lugar! Não restava dúvidas; era preciso levá-la a uma oficina, não muito longe de casa. Por sorte o mecanico estava desocupado naquele momento e disse, que poderia dar um jeito nela, se tivesse ajuda pois seu auxiliar havia faltado ao serviço naquela manhã.Não pensei duas vezes, dada a urgência do uso.  -Então, mãos a obra! Vamos desmontar esse ferro velho, essa catraia, engraxar e montar de novo!- exclamou puxando da minha mão aquela velha companheira! Confesso que "ferro velho, catraia" não eram adjetivos que me agradam ouvir a respeito da velha verdinha que me arrastou por muitos lugares. Segurei a magrelinha, de 16 marchas, pneus finos e de marca famosa, e  o açougueiro começou a desmontá-la, jogando peças pra um lado e para o outro como se fossem velhos orgãos descartáveis . Sofri com a bicicleta! Depois jogou algumas peças numa bacia com gasolina, e outra com oleo, lavou tudo. foi muito difícil olhar aqueles pedaços jogados, sendo lavados, e aquele esqueleto disforme a que fora reduzida minha companheira de jornadas pelas praias e estradas. Quando estava em ação,  ela me acompanhava para lugares distantes.Fomos às fazendas, fomos aos campos, fomos a cultos noturnos, enfrentamos sol e chuva evangelizando e visitando irmãos.Na verdade ela me levava...não conseguia ve-la sendo tratada daquela forma tão irreverente por aquele açougueiro, mas ele era o mecanico e eu apenas um leigo que não entendia nada de bicicletas a não ser viajar  sobre elas.

Algum tempo depois, começou a remontá-la, passo a passo ou melhor peça a peça... então percebi um grande carinho.Aperta aqui, ajusta ali, limpa, testa, desmonta novamente, movimenta , passa óleo, graxa, limpa, ajusta, testa novamente... não demorou muito o mecanico, contempla seu trabalho... da duas tres voltas em redor da bicicleta... e diz:

- Pronto, esta linda!

Olhei para ele, e para minha bicicleta e percebi o quanto aquele mecanico sabia o que estava fazendo, desde o primeiro momento.Muitas vezes não compreedemos o processo que nos leva a sermos transformados ou reformados na vida, no dia a dia.

Certa vez Deus chamou um profeta e convidou-o a "descer à casa do oleiro"  para ali ensinar-lhe algumas coisas.

Tenho descido com esse profeta  muitas vezes em minha vida,  até a oficina do oleiro e ali tenho aprendido. Agora quero convidar voce também para descer conosco,pelo menos uma vez por semana...pode ser?

Confesso que quando cheguei lá a primeira vez, não aceitei a maneira como o oleiro batia o barro... mas quando vi o vaso pronto, e compreendi alegria do oleiro! Confesso que resolvi voltarlá outras vezes...

Quer ir?

Espero voce! Logo mais, na sexta que vem 30/07, na PAGINA INICIAL.- NA CASA DO OLEIRO

Abraços

 

 

 

 

Enquete

Voce vê os aspectos de sua vida que precisam ser regenarados?

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode