AMOR E VERDADE ESSENCIAS DA VIDA

CAFE COM DEUS.

Senhor meu Pai!

Pela manhã, louvarei o Teu Santo nome e invocarei tua presença!

Por que só o Senhor é Santo !

Antes da alva despertarei meu coração para louvar-te e para bendizer-te!

Inclina-te para ouvir minha oração...e me se propício...

socorre meu amigos, dá-lhes força e sabedoria...

e se alguém se levanta contra minha vida,

amoriza seu coração e fortalece o meu para amar e perdoar...e servir.

FILHO MEU...

Preparei pra voce uma mesa,neste dia...

enquanto descansavas preparei o teu pão...

estava atento às tuas necessidades...

preparei também uma porção de óleo,para ungir tua cabeça

curar suas feridas das lutas de ontem...

O sol esta nascendo, filho meu, novas coisas estão vindo à luz...

voce pode sentir?

Neste dia,não considere as coisas antigas,

nem recordeis as passadas...

Farei para ti um caminho novo no ermo

 e lhe proporcionarei um rio  no deserto...

Senta agora e come,

Filho Meu...

*************************************************************************************************************************************************************************************

*DOCE ENCONTRO ************************************************************************************************************************************************************************************** 

Bom Dia! Papai! Ontem encontrei uma jovem na rua. Devia ter uns 17 anos,não mais que isso. Estava com a aparencia transtornada.Não quero julgá-la mas na verdade parecia drogada! Ou quem sabe bebada? Ela me olhou fixamante e disse:

- Deus não existe!

Parei e sorri,procurando mostrar-lhe que poderiamos ter uma conversa amigável. Ela repetiu suas palavras e naquele exato momento, o Senhor viu, meus olhos se encheram de lágrimas.

- Como pode ter tanta certeza? - perguntei a ela em voz bem calma.

- Deus não existe! Ele não pode existir! Todo mundo disse que Deus é pai! Ontem eu perguntei para minha mãe, quem é o meu pai, e ela respondeu que meu pai não existe! Então Deus também não existe!

Olha em que situação eu me meti!

Papai, eu resolvi passar o problema para o Senhor. Eu disse a ela que realmente o Senhor é pai. Aliás, só o Senhor é verdadeiramente pai, e já que o problema dela era conhecer o pai, o Senhor se daria a conhecer a ela como seu PAI.

Que tal? Pedi a ela que falasse contigo como se estivesse falando com seu pai,que se apresentasse como sua filha e te contasse toda a sua magoa por tantos anos de distanciamento, de indiferença.

O senhor ouviu que coisa linda? As coisas que ela disse? Começou muito brava contigo! Disse que havia sido abandonada, rejeitada, esquecida... depois começou a dizer que também nunca te procurou, nunca desejou saber do senhor, mas que sentia um certo cuidado...lembrou até uma vez que estava com muita febre e sentiu vontade de chorar a noite...e sem querer ela disse que balbuciou: - papai me ajude! - depois disso sentiu uma mão suave e firme afagando seus cabelos, e a febre baixou e ela dormiu, parece que no seu colo...mas o quarto estava meio escuro e não podia te ver...

Papai,que loucura essa... olha eu fiquei arrepiado com essa.. história.

Depois disse que  na ultima férias que passou na praia, estava só andando na areia, e resolveu sentar-se num tronco de arvore trazido pelas ondas.

Era uma tarde muito fria. A praia deserta e estava muito deprimida.Em dado momento teve a sensação de estar correndo e a medida corria pela praia ia se tornando uma menininha de uns quatro ou cinco anos... de longe avistou um homem que corria ao seu encontro... e de um salto se viu nos braços daquele homem...dizendo:- Papai! Papai!

Que maravilha!

Depois o senhor ouviu o que ela me disse?

- Moço, desculpe-me é que eu estava sentiindo muita falta do meu pai... e agora mesmo eu senti ele me abraçando aqui mesmo!

Dei um abraço bem forte nela, Papai, e disse que era seu aquele abraço... eu disse a ela que o senhor a ama muito e quer dar um abraço nela pelo menos todas as manhãs, todos os dias, toda sua vida e eternamente...

Sabe Papai, eu também quero um abraço antes do meu café...pode ser?

Obrigado,Papai!

************************************************************************************************************************************************************************************BOM  

 BOM DIA!

BOM DIA,PAPAI! O Senhor viu que eu não dormi bem esta noite! Me perdoe se fiquei falando contigo até pela madrugada! Mas eu precisava falar, estava muito revoltado, com as coisas que me cercam...o Salmista diz:- "em paz me deito e logo pego no sono, pois só tu me fazes repousar seguro",na verdade essa noite não experimentei o bom sono, por não ter mesmo deitado em Paz! E como eu gostaria de que tivesse sido ao contrario! Desfrutar Paz, é algo muito complexo em nossos dias! Primeiro, precisamos de Paz interior, aquela paz que aconteça o que acontecer contra nossa própria pessoa, não nos sentimos abalados.É aquela sensação de alegria, de felicidade que nada atrapalha, que pode até não durar muito mas é tão intensa que parece nunca ter fim...disse um poeta que é algo ETERNO ENQUANTO DURA. Paz de olhares que olham na mesma direção e pés que caminham lado a lado. Paz de mãos que se juntam pra construir um amanhã de Justiça e Paz.

Ah Papai!Faz dessa manhã algo novo mesmo! Que as pessoas sorriam umas para as outras! Que a mais forte ampare, socorra, console, carregue nos braços as mais frageis!

Que as pessoas ricas, sejam mais justas, mais despojadas de seus bens, mais altruistas, mais humanas, mais cristãs... que aquele que tem muito saiba repartir com o que nada tem...e quem não tem, saiba confiar e  esperar.

Coisas simples papai, que ainda não aprendemos...

Desculpe papai, começar o dia com uma conversa assim.

mas, sei que o Senhor me entende.

Me passa o manteiga e a faca por favor...

OBrigado Papai.

 

NOVAS SÃO A CADA MANHÃ!!!

 

Olá, Papai, já tão cedo aqui me esperando! Como o Senhor é bom! Eu quero te agradecer por todos esses anos e dias de paciência comigo!  Mas dizer,- muito obrigado! - tornou-se tão pouco, diante de tantas coisas maravilhosas e lindas que o Senhor me fez. Sem contar que nunca faltou a esse encontro matinal nem um só dia...bem,eu... é o Senhor sabe, eu nem sempre vim... as vezes por me esquecer que o Senhor estava aqui, que já havia preparado esse desjejum matinal, durante a madrugada enquanto eu ainda descansava...eu sei que  dei essa mancada! Mas no dia seguinte, o Senhor estava aqui novamente me esperando...Papai, estou começando a entender sua Misericória! Sua Benignidade!.Sua Longanimidade! Sua Paciência! Sabe,Papai, eu sempre acreditei que o Senhor tinha ai uns preferidinhos...éh...desculpe, é essa história da justiça humana, das obras, da bondade humana... esses conceitos que temos que fazer por merecer seu amor...sempre me achei tão falho,tão fraco, tão inconstante... sempre tão reativo, sujeito ao sol, a chuva, ao frio ao calor, as condições que me cercavam...como a felicidade dependendo das circunstância, a alegria durando enquanto durava o bem que a proporcionava...às vezes não vinha por estar magoado com alguma coisa, pessoa, e até mesmo contigo... quantas vezes, tive vontade de nem vir mais, nunca mais, dia nenhum...As vezes eu evitava esse contato, dormia até mais tarde...passava quietinho, longe da sua presença...saia de mansinho pois tinha certeza que o Senhor estava aqui,mas,  não queria nem mesmo olhar para o seu lado...

Depois quando vinha,me achegava, falava tudo que queria o Senhor me ouvia, e em seguida eu me alimentava com esses manjares que só mesmo na sua mesa podemos desfrutar... não vinha à sua presença e ainda achava que o Senhor só dava preferencia para os que vinham...

E o Senhor nunca me cobrou nada, nunca perguntou por que razão não vim tantos ontens, nem me ameçou, mesmo sabendo que não viria muitas manhãs ainda...

Papai, a cada manhã que venho descrubro o quão grande é o seu amor, e sua Misericória ...Esse amor incondicional que nunca termina, e todas essas vitudes que se fazem novas a cada manhã!

Papai, vou me servir desse pão fresquinho que o Senhor preparou nesta manhã...

voces querem?

Sirvam-se.

Obrigado Papai!

 

ser ...

BOM DIA !PAPAI!

 UM VELHO CONHECIDO, ALCANÇOU-ME NA RUA HOJE PELA MANHÃ, LOGO QUE VINHA PARA CA, E ME CONFIDENCIOU SEU CONFLITO! Na verdade, um conflito pessoal, intimo,  de viver entre o teu chamado e as próprias conveniências.  Algumas pessoas sinceras, honestas, retas, vivem entre os anseios profissionais e a tua vocação...É difícil deixar o barco e te seguir, fazer tua vontade! Eu me recordo daquele nosso primeiro contato, primeiro não, aquele contato em que o Senhor me fez perceber que o caminho que seguia era um caminho de morte, e me fez enxergar que na verdade eu estava morto já, em delitos e pecados...delitos e pecados, como eu odiava esses termos...tudo que fazia era justificável aos meus olhos...havia sempre uma razão para meus erros... uma desculpa...humana e as vezes até religiosa...como :- "o que eu quero é fazer o bem a humanidade! " e então os fins que defendia com tantos argumentos estavam justificando os meios pelos quais buscava esse "bem pra humanidade".

Quanta hipocrisia!

Aquele velho conhecido, dos fins dos anos 60 e começo dos anos 70, chorava um idealismo que sentia perdido e distante , ou se perdendo na sua vida cristã, no seu amadurecimento espiritual...Primeiro foi engolido pela religiosidade, depois pelo materialismo, pelo capitalismo .

Na religiosidade, perdeu-se na comunhão templaria... aquela subserviência a regras, a doutrinas humanas,a obrigatoriedades religiosas... Depois de ter experimentado naqueles anos as delicias da entrega plena, da voluntariedade, da liberdade de adoração, do despojamento pessoal para o serviço ao próximo, da relação livre contigo. Livre, digo no sentido de experimentar a ousadia de ir a tua presença por um unico caminho, o Caminho rasgado na Carne de Jesus, o Caminho realizado na Cruz, sem outra mediação humana... essa liberdade de te encontrar aqui na cozinha e tomar um café contigo, todas as manhãs, e te falar livremente de todos os sentimentos, frustrações, queixas, medos, inseguranças, expor sem constrangimentos criticas e opiniões... e te ouvir, e receber de ti a Graça, da cura, da libertação, do consolo...

No profissionalismo, perdeu-se da tua vocação!E mergulhoU na ansia do TER.

Trabalhar muito para TER MUITO!

Ah, Papai, como é dificil perdermos o propósito de nossa existência, aquilo pelo qual viemos a existir. Aquilo para o que fomos chamados...Papai, como é triste ouvir teus filhos, dizendo que sabem o que o Senhor deseja, mas que a força do materialismo humano é maior que aquilo que podem suportar...e com a insegurança, optando muitas vezes por deixar de fazer o que o Senhor determinou, chamou, capacitou..revelam a falta de confiança em ti...Na busca dos bens, perdem as experiências do depender de Ti. Fazem do próprio braço a própria força!

" o sabio discerne o tempo e o modo, e aquele que cumpre a tua vontade nenhum mal tem a temer".

Oh Papai, restaura em meu irmão a alegria de te servir, aquela voluntariedade espiritual dos primeiros dias, do primeiro amor, é só isso que ele necessita, voltar a ver que cumprir o teu propósito é verdadeiramente viver e desfrutar da Graça da Vida que há em Cristo Jesus...

e tem misericordia de mim, Papai, das vezes que lutei  e tenho lutado entre o meu profissionalismo e o teu chamado...

me ajuda a estar sempre aqui, nessa liberdade contigo....

Me dá um pedaço desse bolo de fuba, por favor....

Obrigado!

 

silencio ( Sl. 139)

 O sol ainda não havia dado  sua luz...Levantei-me, pensei que estaria aqui antes que o Senhor chegasse... mas que surpresa! A mesa estava pronta!

Porém, não te vi...Achei estranha a ausencia ao mesmo  tempo em que me alegrei por sentir sua presença.

Ver que tudo esta no lugar, sobre a mesa, como sempre.E que o Senhor nunca falta e nem falha.

Preparaste-me uma mesa...!

Meu coração estava bastante entristecido nessa manhã...o Senhor sabia disso! Acho até que por isso quis me deixar aqui, quietinho...como o Senhor me conhece, como me entende!... não precisei dizer uma só palavra com a minha boca, o Senhor conheceu meus pensamentos e mais que isso, meus sentimentos...O Senhor sabia como eu havia me deitado, e sabe como eu me levantei nessa manhã... também é claro,! o Senhor me conhece desde o ventre de minha mãe, quando eu era ainda aquela "coisinha"  informe, a sua mão tecia meus orgãos, meus ossos, como se tivesse moldando um boneco de barro nas profundesas da terra... nada em mim é desconhecido,para ti, nada há em mim que não seja do teu conhecimento...nem existem trevas demais escuras para que eu pudesse me esconder de ti, dos teus olhos, ainda que eu o desejasse, não poderia me esconder nas profundezas do mar, ou do mais terrivel abismo, até mesmo se me ocultasse na mansão dos mortos, o Senhor me encontraria...Essa manhã,mais que nunca eu soube disso,quando mergulhei nessa tristeza tão grande, tão fria e vim aqui em nosso lugar de encontro, vi essa mesa posta, e não pude te ver... primeiro achei que o Senhor não ligava para aquilo que eu estava sentindo, depois achei que o Senhor não queria me ouvir, por não saber o que dizer, por se sentir culpado, até porque eu disse que o Senhor poderia ter me socorrido, amparado, ajudado, mas não senti sua mão nos meus problemas...

mas, agora, essa mesa!... ela me mostra que o Senhor esta no controle de todos os meus dias,

que o Senhor sabe de cada um deles, muito antes do primeiro existir,

que o Senhor escreveu até mesmo esse momento,antes mesmo que eu fosse gerado no ventre de minha mãe...

O Senhor é tremendo!

Tudo que existe, tudo que acontece, muito bem sabe o Senhor!

Tudo esta sob sua vontade!

Então desejou fazer silencio, nesta manhã, pra que eu pudesse te ouvir melhor...

Obrigado...

vou tomar só esse leitinho aqui... hoje ele vai me sustentar..

Obrigado!

BOM DIA!

Acho que acordei um pouco mais tarde hoje! 

Não posso deixar isso virar rotina!

Mas conversava comum irmão pela madrugada, falavamos a respeito dos planos, do futuro, da vida, do Teu Reino, Papai!

Engraçado como a gente faz planos, como sonhamos, como idealizamos o que acreditamos ser melhor, para nós, para os outros, até para o Senhor!

Creio que o Senhor não se importa com isso, não se incomoda! Nâo é verdade?

Creio até que o Senhor dá umas boas gargalhadas,quando essas coisas acontecem conosco,ficarmos horas discorrendo a respeito de como fazer o melhor para seu Reino! Engraçado, é que o Reino é Teu! E nós tomamos decisões, deliberamos muitas vezes sem o teu conhecimento(?)  ou sem o teu consentimento, e acreditamos que vamos fazer sim daquele jeitinho que planejamos....Hun...Hun...Estamos aprendendo nestes dias que o Senhor é soberano e que precisamos nos submeter a Tua Vontade, até mesmo pra fazer o que acreditamos ser melhor para o Reino...é mais um pouco, do "seja feita a tua vontade aqui na terra, como é feita, deliberada, decidida, decretada nos céus"...

Oh, Papai, discernir a Tua vontade é uma questão de Sabedoria e Sabedoria é uma questão de Temor!

Quantas decisões eu desejei tomar esta semana na minha vida?

Mas a unica coisa que conseguia ouvir de ti era: - Aquieta-te e voce vai saber que eu sou Deus!

E como foi difícil sujeitar-me a cada uma  das contrariedades que me ocorreram...

Queria um sim, e recebia dois nãos...

Queria um não, e recebia tres sins....

Mas, estou entendendo... o Senhor fez planos para mim, planos de bem, planos de paz, e não de mal...

para que eu alcance meus objetivos...

 Eu posso fazer planos, mas a resposta certa vem de ti...vem dos teus propósitos ...

Que bom poder descansar e não tomar as decisões baseados nas minhas vontades e necessidades...

que bom poder estar convicto que só sob o Teu Querer posso estar seguro...

Papai, por favor me dá um pouco desse queijo, ai pertinho... isso esse mesmo...

obrigado..

Olha esse Café esta muito bom...devia ter levantado mais cedo.

hun...

 

O PEQUENO PARDAL

bOM DIA!pAPAI!

 

 

Estava pensando naquele pequeno pardal que caiu da arvore ontem à tarde! Ele ainda não sabia voar! Fiquei observando a "senhora pardoca" desesperada voando em volta e piando feito louca! Engraçado o instinto materno animal! Tentei várias vezes me aproximar do filhote no chão, mas ela lutou contra minha presença...voando e me atacando com tentativas de bicadas...não se importou com meu tamanho para defender sua cria!Comecei a compreender a questão do "afeto natural" que nosso irmã Paulo, diz,que nos utlimos dias os homens perderiam por seus filhos, pelos outros seres humanos..."afeto natural"!

É muito lindo observarmos como os animais cuidam de seus filhotes de suas crias...

Então penso nos homens hoje em dia..."sem afeto natural"... essa questão tem os dois lados..o lado daqueles que "sem afeto natural" deixam de amar seus semelhantes, não se importam com  as condições emocionais do próximo, as condições físicas, as condições de dignidade roubada, destruida... e para conseguir o que desejam desprezam, sufocam, aniquilam esperanças, sonhos, oportunidades dos outros...movidos por ambição egoistica, partem pisando e destruindo tudo e todos...

E tem o lado daqueles que sem "afeto natural", por nunca terem sidos aceitos, amados, queridos, desejados, esperados, cridos, confiados, nascem e crescem almejando o que nem sequer podem dar, por nunca terem recebido, ou seja AMOR, e o que mais que ninguém sabem o que é por terem necessidade e falta ...

O pardalzinho no chão sentia a proximidade da mãe, e aquietava-se...seus desepero,seus medos, suas inseguranças, pareciam desaparecer ao perceber o "gritar" da "senhora pardoca"...

É assim que minha alma se aquieta quando percebo que a despeito de todas as minhas lutas o Senhor está presente...

Consegui localizar o ninho, e restituí-lo ao seu lugar... nem sei se interferi no caminhar da natureza...mas fiz o que me pareceu certo...e como não ando preocupado com essa questão de certo ou errado, mas sim com sua soberana vontade... estava ali, e procurei fazer o que podia para o pardalzinho e sua mãe...

Um pardal é importante para o Senhor... eu sei disso, Jesus diz que não se consegue vender dois pardais por uns miseros centavos... mas que no entanto não morre um pardal sequer sem que o Senhor o permita... ele disse também que o Senhor todos os dias alimenta as aves dos céus... e os pardais estão incluidos nesse rol, de aves e pássaros... e por mais insignificantes que sejam o Senhor tem se preocupado com cada um deles, voando, ciscando o chão e mesmo caidos do ninho...muito mais o Senhor se ocupa de nossas necessidades...de nossos problemas, anseios, dúvidas,lutas, desafios, angustias... valemos muito mais que os pardais...

Nesta manhã, como eu gostaria que as pessoas refletissem nisso, no Valor, na preciosidade que representam para ti, e no quanto são valiosas e devem ser umas para as outras!

Quanto vale seu semelhante para Deus?

Quanto vale cada pessoa para o Papai Criador?

Papai, muito obrigado.. sei que estou valendo para ti muito mais que milhares de pardais dos quais o Senhor cuida individualmente todos os dias...

Obrigado pelo teu carinho e pelo teu cuidado...

Tem mais desse queijo?

Por favor..,

Obrigado...

 

 

BOM DIa,PAPAI!

EXPECTATIVA

AINDA NÃO É 01;00 HORA DA MANHÃ!

Escuto um trem que passa, lentamente pela cidade, e ouço alguns carros longe na estrada! Sinto-me tão sozinho e tão cansado,que não tenho muita vontade de orar... apenas quero ficar aqui, sentado diante de ti, sentindo tua presença e declarando em meu espirito que tú és Santo,Santo e Santo! Ah,Papai! Como é bom estar diante de Ti! Sem minhas santisses religiosas! Quase que despido de meus disfarces farisaicos, de minhas mascaras teatrais! Aqui onde ninguém a não ser Tu, pode me ver como realmente sou...sem ter que me preocupar com as aparencias humanas, nem com os julgamentos dos homens a respeito de minha espiritualidade, de minha santidade, de minha pecaminosidade...

Como é bom não ter que esconder meus medos, minhas incertezas, minhas inseguranças! Como é bom ser essa coisa fraca, e tão incompleta e fraca que não causaria mais nada diante dos homens a não ser pena,se todos pudesssem ver bem clara essa natureza tão corrompida e disforme que o Senhor mesmo veria, não fosse seu imenso amor e misericórdia...virtudes que me salvam diante dos teus olhos e que fazem não sei como, nem sei porque, com que tu vejas em mim mais que aquilo que eu mesmo posso acreditar...

E não posso pensar de mim, mais que aquilo que tu pensas, como também, por causa da tua soberania, não posso pensar menos do que aquilo que tu pensas...Tu sabes muito bem o que sou e quem sou...

Papai... não precisa me falar nada agora, apenas deixe que eu fique aqui, agradecendo a ti, por tanto amor, por tanta confiança...na expectativa do amanhecer...

 

PRESENÇA SANTA!

Como a terra seca suga as aguas que caem, meu espírito se deixa inundar pela tua presença nesta manhã! Neste silencio de raios luminosos que lampejam por trás dos montes, entre nuvens carregadas, da tempestade que ameaça percebe-se um sol imponente e que com toda sua força permanece no seu posto.. a tempestade é passageira...ira durar enquanto houver o confronto das massas quentes e frias...Como o sol fixo no firmamento Tú tens estado , acima das nuvens escuras e tempestuosas que cobrem este momento ... tenho olhado além das nuvens... além da tempestade e apesar dela, tenho visto o Lugar onde te assentas...

Obrigado por tua presença.

Obrigado por tua presente presença.

Obrigado por tua constante presença,santa presença...

doce presença...

BOM DIA PAPAI!

 

PERPLEXIDADE 

bom dia PAPAI!

Estou um tanto confuso hoje.Sei que o Senhor não me deixaria confundido com coisa alguma! Essa confusão que me envolve nessa manhã é o simples pensar a respeito do humano, das socidades e seus costumes. Ontem li uma noticia a respeito de uma tribo indigena no Amazonas que ordenou o sepultamento vivo de um menino de cinco anos,por não poder andar, e que seus pais não querendo executar a sentença resolveram cometer suicidio antes...Minha perplexidade aumentou por saber que antropologo e missionários que se denominam cristãos, aceitam esse costume infanticida, como algo natural, pois a cultura indigena ainda não considera a criança como um ser, e se nasceu defeituoso ou com problemas mentais então é mesmo uma "coisa"... "esses que se dizem cristãos civilizados e consentem com esses costumes em nome das ciências sociais"...essa não interferência,produz um cinismo e gera por certo uma cumplicidade....

Ah Papai!, Nos perdoa nesta manhã, nos perdoa por essas posturas não humanas...por esse cinismo que nos leva a nos preocuparmos com baleias e tartarugas, ainda que seja valida essa preocupação, mas negligenciarmos o humano fraco, desprotegido, rejeitado, humilhado, excluido, oprimido... e criança...

Nos perdoa pelos preconceitos, pelos julgamentos superfíciais, pela prepotencia humana, pelo orgulho...pela confiança que temos em nossos próprios braços, força, capacidades, conhecimentos, recursos...e que nos fazem tão homicidas quanto Caim....ou ainda piores que ele, pois que carregava a morte de um,  e toda sua descendência sepultou com ele... e nós com nossos preconceitos e com nossas incivilidades seputamos milhares com nossas omissões, com nossas linguas, com nossos consentimentos culturais e religiosos...

Desculpe-me Papai, com essa conversa mas estou realmente preplexo...

 

 <http://www.sandrobaggio.com/2010/03/25/levante-sua-voz/>
Queridos leiam essa noticia...

 BOM DIA PAPAI ! TEMPOS DIFÍCEIS!

 

Tempos difícies! Comentou uma senhora que estava logo atrás de mim, na fila do banco. Olhei -a para ver se falava comigo, e ela sacudiu a cabeça e confirmou novamente ; - Tempos difíceis!

Confesso que não sou muito afeito aessas conversas em filas de banco, pois sempre são murmurações e lamentos poilíticos e economicos, quando não maldizendo o frio,  o calor e a cidade...

Apenas sorri, mas ela insistiu:

- Tempos muito difíceis!! Olha o meu imposto! Que absurdo! Minha casa está caindo e eles me mandam um valor tão alto assim!

Com muita paciência orientei-a para que procurasse os orgãos competentes na Prefeitura e pedisse uma reavaliação do seu imóvel, e da sua renda mensal, e que fizesse isso antes de pagar a conta... outras pessoas em volta também confirmaram minha orientação a pobre senhora, que acabou saindo da fila e dizendo ir a Prefeitura.

Depois fiquei pensando, naquele evento em que Pedro, inquerido ali pelos fariseus, e doutores da Lei, a respeito de Jesus pagar ou não o imposto do Templo. Pedro sem pensar na revelação que havia tido, que Jesus era o Filho de Deus, vai logo na sua impetuosidade respondendo que sim, claro que meu mestre paga imposto, ele é um cidadão comum, ele é um cumpridor da Lei, dos seus deveres...... ele é ....

Quando nosso amigo e irmão Pedro, conta pra Jesus o ocorrido, este lhe pergunta a respeito de quem deve pagar os impostos, os cidadãos ou os filhos do rei...

Papai,os impostos devem ser pagos sim...acreditamos que sim... aprendemos que sim.. a quem tributo paga-se tributo, a quem honra , devota-se a honra... claro.

Mas, Jesus ensinou a Pedro e a todos nós uma outra lição: ordenou a Pedro, a fim de que não houvesse nenhum escandá-lo que fosse pescar, e tirasse da boca de um peixe a didracma, e pagasse o imposto por ele mesmo e por Jesus...e Pedro assim o fez... um maravilhoso milagre...

Observamos aqui, que pescar é um trabalho, sim Papai, Pedro foi, pescou e do peixe pescado extraiu o pagamento de sua dívida.

As pessoas trabalham, lutam e por certo de seus rendimento pagam seus impostos... impostos diga-se de passagem muito altos...mas  quer queriamos ou não, pagamos impostos em tudo que compramos, fazemos e consumimos, e até sobre o que produzimos...

Sabe Papai, estou te perturbando com essa conversa, não!!!

Mas estou pensando nessa pobre senhora, e em tantos outros que no Brasil, passam fome, necessidades das mais variadas, até mesmo de assistência a saude... e cerca de 3 a 4 meses dos seus rendimentos anuais, acabam como taxas tributárias...

Papai, quando Pedro pagou o imposto do Templo, sobrou -lhe com certeza o peixe para alimentação!

Mas, agora as pessoas estão ficando até sem a alimentação...sem atendidmento à sua saúde...sem moradias...sem trabalho....

Oh, Papai...sabe nos dias de cativeiro no Egito, o povo de Israel tinha um clamor informal, não havia assembleias solenes, não que se tenha conhecimento, mas havia um clamor angustiado, intimo, um olhar para os horizontes do Egito e dizer, e inquirir aos céus:

- De onde nos virá o socorro?

Sabe, olho para esses senhores e senhoras nas filas dos bancos, dos postos de saúdes, nas salas de espera dos hospitais, fazendo compras nos supermercados, ( aquela comprinha minguada e escassa) e fico pensando, nos impostos que pagaram a vida toda e que pagam ainda...

e escuto  seus gritos de pedido de socorro: -"tempos difíceis!"...

Papai, estão levando até os peixinhos...

Por amor do Teu Santo nome, escuta o clamor, o clamor informal do seu povo... essa oração que os olhos fazem... esse lamento que se houve nas ruas...esse silencio das cabeças baixas...essa tristeza nos olhos...essa lamentação doída e sofrida, dos que não sabem mais com quem contar...

Papai... desculpe-me por essa conversa nesta manhã...

 

 

 

 

HOJE O CAFE FOI UMA BOA CAMINHADA  NO BOSQUE AO LADO DO RIO!

ESSA CAMINHADA ME FEZ LEMBRAR MUITO OS CONSELHOS QUE O SENHOR SEMPRE NOS DEU DE ENSINARMOS NOSSOS FILHOS, ASSENTADOS, OU ANDANDO COM ELES PELOS CAMINHOS...

SABE ESSE ANDANDO COM ELES EM NOSSA RELAÇÃO TEM SIDO MUITO INTERESSANTE...

O SENHOR NUNCA SE CANSOU DE ANDAR COMIGO PELOS CAMINHOS DA VIDA...

E OLHA QUE EU TENHO ANDADO! TENHO ATÉ TENTADO ANDAR SEM QUE O SENHOR ME ACOMPANHE!.

SEI QUE O SENHOR SABE DISSO!

Essa coisa de; "liberdade! liberdade!Abre as asas sobre nós!"

Só quero te dizer muito obrigado, por ter andado ao meu lado!

Por ter andado ao meu lado todos esses anos mesmo quando eu preferi não andar contigo!

Obrigado por estar me ensinando a ver essa minha verdade no intimo...

essa verdade a meu respeito,

que não permite mais que eu me fie naquilo que chamo de

minhas virtudes,

e que na verdade são meus

vicios religiosos,

minhas tradições culturais,

e

cultuais

minhas convicções convenientes...

obrigado por me estar ensinando dia a dia,

passo a passo,

experiência a experiênica,

frustração a frustração,

sucesso a sucesso ...

obrigado por ter me ensinado que muitas vezes meus atos,

aos quais denomino de espirituais

na maioria

não passam de mentiras religiosas

que enaltecem,

ou com as quais enalteço

o meu ego.

Só mesmo nessa caminhada contigo,

nesse andar em silencio ao teu lado

apenas te ouvindo,

e

observando

a maneira como o Senhor responde as indagações

da minha alma...

os meus anseios ...

sobretudo, aqueles que ainda não se fizeram verbalizados,

posso compreender teu cuidado, teu amor...

as respostas

que os livros,

os homens,

os tratados infinitos

nunca poderão me dar...

de Ti, sempre de Ti Papai, virão

 

e muitas vezes elas não virão pelamanhã,

mas quase sempre virão ao longo do dia,

durante a contínua caminhada...

Obrigado Papai...

Por estar caminhando comigo nesta manhã que parece não ter fim,

nesse longo dia,

em que as experiências se somam

sob a pressão das circunstâncias

que minha mente não entende,

e minha alma não aceita...

mas que o meu espirito recebe

por ter convicção da tua Vontade Soberana,

do teu Querer Sabio

e do teu Amor Incondicional...

Respirar ao teu lado,

tocar tua presença

fortalece meu espírito...

Ouvir Tua vóz me alimenta e sustenta...

Obrigado Papai.

************************************************************************************************************************************************************************************

 

 

 

 

 

 

Tópico: CAFE COM DEUS.

Nenhum comentário foi encontrado.
 

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode